Frete FOB e Frete CIF: Entenda as diferenças

A modalidade de compra online de mercadorias tem crescido a cada ano no Brasil, gerando, por consequência, uma alta demanda de entregas. Com isso, também começaram a surgir diversas possibilidades de realizar esse serviço, como o frete FOB e Frete CIF, por exemplo.

Para saber qual das opções é mais vantajosa no momento é necessário levar em conta muito mais do que apenas o valor do serviço, como também as condições de pagamento, qualidade do serviço, prestígio da empresa contratada, entre outros aspectos. Além disso, também é necessário pensar e definir qual a parte que ficará responsável pelos custos e responsabilidades sobre os riscos do transporte.

Sendo assim, continue acompanhando este artigo até o final e entenda as diferenças entre  frete FOB e Frete CIF, como eles interferem no transporte das cargas, além de outros tópicos que envolvem o frete FOB e Frete CIF e que podem interferir no processo. 

O que é frete FOB?

O que é frete FOB?

A primeira modalidade de frete que vamos apresentar nesse artigo é o chamado Frete FOB. Essa nomenclatura surge da abreviação da sigla inglesa “free on board”, que em uma tradução literal para o portuguê significa “livre a bordo”. Assim, nessa modalidade transporte é o comprador que assume a total responsabilidade pela mercadoria e arca com os custos.

Ou seja, a obrigação do vendedor termina no momento em que os itens são despachados para o seu destino. Dessa forma, essa alternativa se torna mais favorável para os vendedores. Por conta dessa característica, essa modalidade é mais comum em entregas do tipo business to business (B2B), ainda mais quando se trata de cargas de alto valor agregado ou que, por ventura, tenham um valor de frete alto.

Sendo assim, é costumeiro que empresas que compram itens de diversas outras organizações já contêm com a parceria de transportadoras ou caminhoneiros para coletar as mercadorias nos fornecedores. 

O que é Frete CIF? 

Outra modalidade de entrega comumente usada é o Frete CIF. Assim como a origem do nome do Frete FOB, o termo CIF também vem do inglês, significando “cost, insurance and freight” ou “custo, seguro e frete” em português. Com isso, o Frete CIF significa nada mais do que um tipo de contrato de transporte internacional entre um comprador e um vendedor. 

Além desse aspecto, nesse tipo de entrega, diferente do Frete FOB, o responsável pelo produto que está sendo enviado e por arcar com os custos é a empresa fornecedora, ou seja, quem está enviando. Desta maneira, os gastos com o transporte já são pagos na origem da rota de envio, o que atrai mais as pessoas físicas que não precisaram lidar com os detalhes burocráticos do processo. 

Devido a essa maior facilidade para o consumidor, esse modelo de frete é muito utilizado em e-commerces. Isso levando em conta, principalmente, a complexidade que é organizar diferentes frete FOB de uma vez. Nesse caso, com o Frete CIF, o cliente paga tudo de uma vez, tanto pela mercadoria como pelo frete. 

Check List do caminhoneiro

Quando usar cada frete?

Quando usar cada frete?

Como já mencionado anteriormente, as duas modalidades, Frete FOB e Frete CIF, possuem diferenças básicas que fazem o seu uso ser mais adequado para determinada ação do que outras. Assim, quando se trabalha diretamente com o consumidor final que não tem prática com o transporte de mercadorias, o ideal é fazer uso do Frete CIF, mesmo que o valor fique um pouco maior.

Isso porque a empresa garante que o produto chegará íntegro até o seu destino, aumentando as chances de recompra do cliente. Por outro lado, quando o destino é uma outra empresa, se tornam maiores as chances de que ela conheça os mecanismos envolvidos no transporte e já tenha contato com alguma transportadora, levando o Frete FOB a ser a melhor opção.   

Custos de cada frete

Baseado no que foi apresentado até aqui, é chegado o momento de entender um pouco mais sobre a questão dos custos de cada tipo de entrega. No caso do Frete CIF, por exemplo, como o valor da entrega já é considerada no preço total da mercadoria, no que se refere ao ICMS, o fornecedor tem a possibilidade de indicar que o frete é CIF e especificá-lo na nota fiscal ou fazer a cobrança de forma separada, incluindo a informação em um campo próprio para isso na nota fiscal.

Já em relação ao Frete FOB, que é um modelo de entrega contratado pelo comprador à parte, o seu valor não é especificado na NF, justamente por ser de responsabilidade de quem comprou a mercadoria. Independente disso, e do modelo de frete escolhido, ele terá o seu valor somado ao valor da nota fiscal e será considerado para os cálculos de ICMS, IPI, PIS e COFINS.

Segurança e responsabilidades

Segurança e responsabilidades

A responsabilidade sobre a segurança das mercadorias também varia de acordo com o Frete FOB e Frete CIF. Como mencionado, a empresa fornecedora tem responsabilidade sobre a entrega somente quando for solicitado o Frete CIF, sendo dever dela gerir todo o processo de frete. 

Já no caso do frete FOB, os possíveis problemas que possam vir acontecer são assumidos pelo cliente, assim como os custos de transporte. A responsabilidade se inicia no momento em que a carga é embarcada, até o momento da entrega.

Diferenças entre frete FOB e frete CIF

Diferenças entre frete FOB e frete CIF

Para facilitar o seu entendimento de uma vez por todas sobre as diferenças entre o Frete FOB e Frete CIF, veja abaixo uma tabela comparativa entre as modalidades de entrega: 

Frete CIF Frete FOB
Significado Cost, Insurance and Freight (Custo, Seguro e Frete) Free on Board (Livre a Bordo)
O que é  Tipo de contrato de transporte internacional entre um comprador e um vendedor. Tipo de contrato de transporte.
Responsável pelo custos Empresa Fornecedora. Clientes.
Responsável pelo produto Empresa Fornecedora. Clientes.
Considerado como mercadoria entregue Quando estão em posse do comprador final. Quando são colocados para a entrega.

Conclusão

Em suma, para escolher o melhor tipo de frete para ser usado, seja Frete FOB e Frete CIF, é preciso levar em conta diversos aspectos. Assim, será possível encontrar o melhor formato de entrega para conseguir receber as mercadorias. 
Gostou do artigo ? Então não deixe de ler os outros do nosso blog.

Ebook de 10 dicas para vender seu caminnhão

Conteúdo Originalmente postado em: Frete FOB e Frete CIF: Entenda as diferenças.

Publicado por Ana Maria Rodrigues

Olá eu sou a Ana, e adoro compartilhar minha vida com minha família. Sou Casada com Luis Rodrigues e tenho 3 lindos filhos, Luiz Filho, Maria Gabriela e Luiza. Atualmente eu e meu marido trabalhamos na nossa revendedora de caminhões, Caminhões Rodrigues , na qual revendemos caminhões usados.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: